domingo, 25 de janeiro de 2009

Diabetes - cuidados com os pés


Quando se tem diabetes, é muito importante cuidar dos pés. Um alto nível de glicose no sangue pode afetar os nervos dos pés e causar problemas de circulação do sangue. O primeiro sintoma é uma sensação de formigamento e "agulhadas".

Outro sintoma comum é a perda da sensibilidade dos pés: a pessoa passa a não sentir pressão ou alteração da temperatura. Se tiver uma lesão qualquer, o diabético pode não se dar conta dela imediatamente, facilitando o surgimento de infecções.

O assunto é sério: a infecção ou falta de circulação do sangue podem causar até mesmo a necessidade de uma amputação. Antes disso, a falta de circulação do sangue provoca dor nas pernas ou nos pés, especialmente quando se faz exercício físico, e até mesmo dor ou sensação de cansaço nas pernas durante a noite.

Os pés podem também apresentar feridas que não se curam, podem inchar, apresentar coloração azul. A planta dos pés pode ressecar e rachar.

Daí a importância de um exame detalhado e periódico dos pés pelo médico.

Além disso, há algumas orientações para o cuidado com seus pés no dia-a-dia. Seguidas de forma correta, podem afastar eventuais problemas no futuro.

Orientações para os cuidados dos pés

Examine seus pés todos os dias para verificar a presença ou surgimento de bolhas, rachaduras, cortes ou pele seca entre os dedos ou na planta do pé. Use um espelho ou peça ajuda a terceiros se tiver dificuldade para se examinar. Na presença de qualquer lesão, o médico deve ser consultado.


Lave os pés todos os dias com sabão neutro e água morna, controlando a temperatura da água para garantir que não esteja demasiadamente quente. Enxugue bem os pés, principalmente entre os dedos.


Evite colocar os pés de molho, para não ressecá-los.


Use loção ou creme no dorso e planta dos pés (exceto entre os dedos), especialmente nas áreas mais ressecadas.


Apare as unhas dos pés com uma lixa, em vez de cortá-las. Use sempre a lixa cuidadosamente em linha reta de um lado para o outro.


Antes de calçar meias e sapatos, verifique se não há nada dentro deles que possa eventualmente pressionar e machucar os pés.


Use calçados confortáveis. Durante todas as estações do ano, use sapatos fechados, que oferecem maior proteção.


Mesmo dentro de casa, evite andar sem algum tipo de calçado.


As meias de algodão ajudam a manter os pés secos. Para aquecer os pés, use meias de lã.


Evite o uso de almofadas elétricas ou bolsas de água quente para esquentar os pés.


A remoção de calos ou verrugas só deve ser feita por um especialista. Jamais se deve removê-los sem orientação médica, para não provocar algum tipo de lesão ou até mesmo causar infecções.


O médico pode ajudar a desenvolver o melhor tratamento para os cuidados com os pés.

Fonte:
Texto:http://www.diabetesnoscuidamos.com.br
Foto: imagens da internet

2 comentários:

krystal disse...

Ola amiga, antes de mais obg pela visita e pelo comentario. Mto valioso este seu post, minha avó faleceu aos 84 anos, infelizmente em razao de uma infecção q começou assim e espalhou-se. Sofro mto com isso, foi a maior perda da minha vida. Obg por divulgar estas informações.

Marlene disse...

Marcia amiga...muito importante mesmo amiga! Eu acompanhei bem de perto amputações feitas em pessoas diabéticas, começando assim amiga! É triste esse lado da doença que causa tanta fragilidade e dor , mas ficando sempre alerta aos sinais tomando os devidos cuidados e tendo acompanhamento médico dá para passar uma rasteira nos perigos dessa doença!
Beijos

Related Posts with Thumbnails