terça-feira, 27 de outubro de 2009

TANCHAGEM - (Plantago spp)


Eu não sei de onde vieram estas sementes, mas quando vi as pequenas mudas de tanchagem fiquei muito feliz, pois fazia tempo que não encontrava esta planta. Nasceram em todos os vasos e no canteiro, não perco mais este espécime, é muito valioso. Veja só o que diz o site DICAS DE JARDINAGEM sobre a tanchagem.

Nome popular: TANCHAGEM
Nome científico: Plantago spp.
Propriedades terapêuticas: Expectorante, antidiarréica, cicatrizante, adstringente, emoliente, depurativa, laxativa.

Indicações terapêuticas: Inflamações bucofaringeanas, dérmicas, gastrintestinais e das vias urinárias.

As folhas da tanchagem são comestíveis e ligeiramente aromáticas. As sementes encerram 10% de um óleo denso, amarelo e de sabor agradável, lembrando o da nogueira, também utilizado na alimentação. Para uso terapêutico a planta deve ser coletada depois de bem desenvolvida, em meados do verão, seca a sombra e em local arejado.

Indicações:

Expectorante, antidiarréico (folha), cicatrizante, adstringente, emoliente e depurativo. Usada no tratamento das inflamações bucofaringeanas, dérmicas, gastrintestinais e das vias urinárias. As sementes são laxativas.

Propriedades medicinais:

A tanchagem detém qualidades adstringentes, depurativas, cicatrizantes, expectorantes e hemostáticas, administrando-se, por via oral, nos casos de ardor do estômago, afecções respiratórias, diarréia, desinteira e inflamações crônicas dos rins.

Gagarejos: recomenda-se para afecções da boca e da garganta, gengivites e parotidite.



Preparo e dosagem indicada:

Infusão: 1 xíc. de cafezinho de folhas frescas picadas em 1/2 litro de água, tomar 1 xíc. de chá a cada 6 horas para infecções bucofaringeanas e 1 xíc. a cada 8 horas para problemas gastrintestinais.

Gargarejo: acrescentar à infusão 1 colher de sopa de sal comum, gargarejar 3 vezes ao dia.

Infusão: utilizar 1 colher (sopa) de sementes em 1 copo de água fervente. Deixar uma noite em maceração. No dia seguinte, em jejum, tomar o copo (laxante suave).

Cataplasma: colocar as folhas frescas amassadas sobre feridas para favorecer a cicatrização.

Vale dizer que a tanchagem também pode ser consumida na forma de saladas ou refogada, também pode ser associada a outras verduras e ervas.

Fotos: PLANTAR & CULTIVAR
Texto: Site DICAS DE JARDINAGEM
.

MANJERICÃO DIRETO DA HORTA - TEMPERO, REMÉDIO OU FLOR?

O manjericão nunca fica doente e floresce até morrer,
explicou Pete enquanto observávamos esta erva
que alimenta e cura nosso físico e emocional.(...)
(Bel Cesar)

O senhor manjericão está lindo e viçoso. Tão lindo e viçoso que não resisti, colhi um enorme buquêt e perfumei minha cozinha. Enfeitado com alguns monsenhores ficou um arranjo lindo. E toda vez que toco nele, mesmo sem querer, ele exala um aroma delicioso.

O manjericão requer poucos cuidados e pode ser cultivado através de sementes, mudas ou estaquias. Notei que ele é bem resistente a pragas. A rega precisa ser diária, no mínimo a cada dois dias.
Segundo Bel Cesar do site SOMOS TODOS UM , O manjericão, cujo nome científico é Ocimum Basilicum, é uma planta herbácea de ciclo perene que alcança até 60 cm de altura. Seu caule é quadrangular, ereto e pubescente, finamente estriado. Suas flores são hermafroditas, agrupadas em inflorescências do tipo espiga, que se reúnem num fascículo circular em número de seis, pequenas, aromáticas e esbranquiçadas. Seu fruto é do tipo aquênio (como uma pequena noz), com sementes de coloração preto-azulada. Seu aroma é doce e pungente e seu sabor é balsâmico e levemente amargo. Suas folhas são ricas em vitamina A e C, além de terem vitaminas B (1, 2 e 3) e serem uma fonte de minerais (cálcio, fósforo e ferro); são sudoríferas e diuréticas.

Os componentes químicos do Manjericão são: fenilpropano, metilcavicol e linalol. Por isso suas propriedades medicinais são: antidepressiva, anti-séptica, anti-espamódica, expectorante, digestiva e tônica, pois atua no sistema nervoso central.

Na medicina popular, o chá das folhas do manjericão é utilizado para aliviar as dores de garganta (gargarejo); em bochechos, ajuda a cicatrizar aftas. Este chá atua ainda contra tosses, gripes, resfriados e crises de bronquite e é excelente para combater a insônia. Do óleo canforado obtém-se uma tintura que pode ser aplicada numa compressa sobre ferimentos de difícil cicatrização, ou em massagens sobre as têmporas, para aliviar as dores de cabeça, pois é sedativo suave.


O manjericão ajuda a combater gastrites e tem ação sobre o aparelho urinário, reduzindo o ardor ao urinar e estimulando os rins. É ótimo para cistite. Auxilia na boa circulação, pele e dores reumáticas. Afasta a fadiga. Para os convalescentes, um suco de manjericão é o máximo: simplesmente bata algumas folhas de manjericão no liqüidificador com água. É muito saboroso. Na culinária, coloque-o sempre por último nos alimentos cozidos para que ele não perca os seus princípios ativos.

O escalda-pés de Manjericão é ótimo para quem está agressivo, com raiva e prestes a explodir. Tira a raiva na hora. Em nossa atividade grupal, fizemos o escalda-pés com o chá de manjericão: todos se sentiram mais leves e aliviados da sobrecarga que traziam consigo.

É interessante, pois como Essência Floral do sistema de Florais de Minas, o Basilicum, cuja essência eqüivale ao Elm do sistema dos Florais de Bach, é indicado para aqueles que, sobrecarregados pelas responsabilidades ou pelo estresse, sentem-se temporariamente sem forças e esgotados. Atua sobre as dores de origem nervosa, dificuldades sexuais e psicopatologias, sempre que estejam relacionadas à sensação momentânea de incapacidade ou inadequação.


Em todas as situações em que a personalidade tem dificuldade de expressar as próprias idéias, em que há confusão mental, Basilicum será um clareador e um ordenador dos pensamentos. A essência desperta na mente pensamentos positivos de adequação e de harmonia. É ótima para os desorganizados e indisciplinados. Ajuda-nos a ver o brilho e o perfume da vida.

Quem precisa de Manjericão pode estar necessitando de sua energia determinante para ajudá-lo a recuperar o desejo de mostrar o próprio valor. Por isso, é indicado para as pessoas que sentem falta de autoconfiança e sofrem de um sentimento permanente de não serem boas o suficiente, pois têm inexplicáveis sentimentos de culpa. Em geral, essas pessoas buscam o reconhecimento, mas, ao mesmo tempo, são incapazes de “suportar o peso” do sucesso e do aplauso e por isso, acabam sempre pondo à prova o próprio medo de fracassar.

Fotos: PLANTAR & CULTIVAR
Texto: BEL CESAR DO Site SOMOS TODOS UM

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

HORTA VERTICAL - O CÉU É O LIMITE (matéria da revista Globo Rural - edição 234/2005)



A muito que desejo colocar esta matéria aqui. Faltou tempo e oportunidade. Mas agora quero me redimir, afinal são tantos que me procuram com duvidas sobre como plantar e cultivar uma horta vertical, seja em espaços pequenos ou apartamentos. A idéia do Técnico agrícola Gualberto Marinho, da EMBRAPA HORTALIÇAS é tão boa que mereceu matéria especial da revista Globo Rural em abril de 2005. Como deixa pouca margem a duvidas, vou postar a matéria na integra. Para visualizar melhor basta clicar nas imagems.


(...por exemplo de alface, beterraba e coentro.)







quinta-feira, 22 de outubro de 2009

HORTA CASEIRA E ORGÃNICA

Peço desculpas por ter ficado tanto tempo ausente. Fiquei sem internet por uns dias e depois fui a Santa Catarina conhecer meu novo netinho, Manoel Otávio. Quando cheguei encontrei minhas plantas tão lindas e saudáveis que fui obrigada a fotografa-las e na hora de selecionar as fotos que postaria aqui, não teve jeito, vou postar todas.



Esta roseira (THORNLESSROSE) não tem espinhos, é perfumada e chega ao porte de uma árvore, ganhei esta muda da Virgínia, amiga querida que deixei em Barra do Piraí, RJ. Está num vaso simples, mas já me presenteou com lindas rosas e botões.


Estava limpando a jardineira com funcho e Lady Catú não me dava sossego, está redondinha e creio que até o final do mês dará cria. Alguém quer um lindo gatinho vira-latas?


Sempre colho morangos, doces e suculentos, mas o que é melhor, totalmente orgãnicos, assim como todas as ervas e verduras que tenho em minha pequenina horta.


Aqui dá para ver o tipo de adubo que utilizo, restos de verduras, frutas e legumes, cascas de ovos e também esterco dos coelhinhos sobre os quais falarei em outra oportunidade.


As plantas crescem sadias e fortes

Mini-rosa e cavalinha




Couve-manteiga, cebolinha e tanchagem (nominho estranho de falar), mas um remédio que não pode faltar em casa. Tanchagem é indicada para males do estõmago e pode ser consumida na forma de salada e suco fresco. Para combater afta e gengivite, basta mastigar uma folha fresca várias vezes ao dia.




Arnica

Melancia, como são só 4 metros quadrados de terra, deixamos apenas uma fruta. Vamos ver no que vai dar.



Alecrim e Lírio de São José. Este alecrim não me dá dores de cabeça, sempre bonito e perfumado. A prof.ª Ioshiko me enviou o seguinte e-mail que transcrevo na íntegra:
" Senhora Nobukuni:
Bom dia.
Sempre mandando coisas boas. Grato.
Eu aprendi usar o carvão do Alecrim orientado pela minha guru espiritual. É bom para tumor de intestino.
Colho o alecrim, o pé inteiro, especialmente os galhos e tronco, seco ao sol e quando bem seco pico em pedacinhos, coloco em um alguidar (cerâmica) e ponho fogo com um palito de fósforo, vou virando e abanando para ir queimando e quando fica tudo vermelho abafo e espero esfriar. Vira carvão. Depois trituro bem (Gráu e pistilo) e passo em peneirinha bem fina. Vira um pó preto bem fino. Tomar uma colher rasa de sopa em copo dagua morno de manhã em jejum e ficar uma hora sem comer. Usei muito. Foi bom. Agora estou bem e não estou usando mais. Minha mulher no momento está usando para colite e diverticulite.
Grato
Rossetto"

Salsão

Peréskia (ora pro nobis)

Tem algum bichinho comendo minha hortelã, se continuar comendo pouquinho, vou deixar mas se aumentar vou dar combate. provavelmente é alguma lesma ou caramujo. Uma boa forma de caçá-los é com pedaços de abóbora ou melão, cortados em metades com casca e colocados de boca para baixo durante a noite, pela manhã, basta recolher os bichinhos e eliminá-los com sal (dá dó, mas fazer o quê?).

A couve está sadia, nem uma lagartinha.

A macela canforada está indo bem apesar de estar no meio da arnica.

A jardineira com várias ervas (orégano, estragão e tomilho) está bem viçosa e demanda poucos cuidados, uma boa drenagem, terra de boa qualidade e com adubação orgãnica e rega constante, garantem o viço das plantas. Um aroma que perfuma a casa.
Related Posts with Thumbnails