terça-feira, 19 de janeiro de 2010

ZILDA ARNS - MISSÃO CUMPRIDA



Recebi este texto hoje e considero a melhor homenagem dedicada a esta mulher iluminada. Ela soube viver o cristianismo em sua essência mais pura e honrar o juramento de Hipócrates.

O legado profético de Zilda Arns
(Leonardo Boff)

Já se fizeram todos os elogios devidos à médica brasileira, Zilda Arns, irmã do Cardeal dos direitos humanos, Paulo Evaristo Arns, que sucumbiu sob as ruinas do terremoto no Haiti.

Talvez a opinião pública mundial não se tenha dado conta da importância desta mulher que em 2006 foi apontada como candidata ao prêmio Nobel da Paz. E bem que o merecia, pois dedicou toda sua vida à saúde das pessoas mais vulneráveis.

Por 25 anos coordenou a Pastoral da Criança acompanhando mais um milhão e 800 mil menores de cinco anos e mais de um milhão e 400 famílias pobres.

A partir de 2004 iniciou a Pastoral da Pessoa Idosa com mais de cem mil idosos envolvidos. Com meios simples como o soro caseiro, o alimento à base da multimistura e outros recursos mínimos, salvou milhares de crianças que antes fatalmente morriam.

Seria longo historiar seu extraordinário trabalho difundido já em mais de 20 paises pobres do mundo. O que pretendo é enfatizar os valores do capital espiritual que sustentaram a sua prática. Nisso ela ia contra o sistema dominante e serve de inspiração para hoje.

É convicção crescente que não sairemos da crise de civilização atual se continuarmos com os mesmos hábitos e os mesmos valores consumistas e individualistas que temos. Ela mostrou como pode ser diferente e melhor.

A Dr. Zilda honrou o cristianismo, vivendo uma mística de amor à humanidade sofredora, de esperança de que sempre se pode fazer alguma coisa para salvar vidas, de fé na força dos fracos que se organizam e na escuta de todos até das crianças que ainda não falam.

Ela tinha clara consciência de que a solução vem de baixo, da sociedade que se mobiliza, sem com isso dispensar o que o Estado deve fazer. Problemas sociais se resolvem a partir da sociedade. Para isso, ela suscitou a sensibilidade humanitária que se esconde em cada pessoa e inaugurou a política da boa vontade.

Mais de 250 mil voluntários, sem nenhum ônus financeiro, se propuseram assumir os trabalhos junto com ela.

Uma idéia-geradora movia sua ação, copiada da prática de Jesus: multiplicar. Não apenas pães e peixes como Ele fez mas, nas condições de hoje, multiplicar o saber, a solidariedade e os esforços.

Multiplicar o saber implica repassar às pessoas simples os rudimentos de higiene, o cuidado pela água, a medição do peso e a alimentação adequada às crianças. Esse saber reforça a auto-estima das pessoas e confere autonomia à sociedade civil.

Multiplicar a solidariedade que, para ser universal, deve partir dos últimos, buscando atingir as pessoas que vivem nos rincões onde ninguém vai, tentar salvar a criança mais desnutrida e quase agonizante. Essa solidariedade é a que menos existe no mundo atual.

Multiplicar esforços, envolvendo as políticas públicas, as ONGs, os grupos de base, as empresas em sua responsabilidade social, enfim, todos os que colocam a vida e o amor acima do lucro e da vantagem. Mas antes de tudo multiplicar a boa-vontade generosa.

Ora, são estes conteúdos do capital espiritual que devem estar na base da nova sociedade mundial que importa gestar. O século XXI será o século do cuidado pela vida e pela Terra ou será o século de nossa auto-destruição. Até agora globalizamos a economia e as comunicações.

Temos que globalizar a consciência planetária e multiplicar o saber útil à vida, a solidariedade universal, os esforços que visam construir aquilo que ainda não foi ensaiado. Amor e solidariedade não entram nas estatísticas nem nos cálculos econômicos

Mas são eles que mais buscamos e que nos podem salvar.

A médica Zilda Arns seguramente sem o saber, mas profeticamente, nos mostrou em miniatura que esse mundo não é só possível, mas é realizável já agora.



Leonardo Boff é teólogo

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

PERIPÉCIAS DE FINAL DE ANO - BELEZA E PERIGO NAS ESTRADAS



Foram quase dois mil e trezentos Km rodados com muito sol, muita beleza, muita chuva e muitos perigos. Na ida, um sol de rachar taquara, não tem como fazer uma viagem destas sem ir parando pelo caminho, e este ano demos sorte, quase todas as paradas foram agradáveis, salvo uma ou outra daquele tipo, você para por que não tem outro jeito. Mas na maioria das vezes, encontramos banheiros limpos e comida de boa qualidade. Uma destas paradas é obrigatória para quem pega a Régis Bittencourt (BR 116) com destino a Curitiba, antes de Juquitiba, na Serra do Café (trecho que infelizmente ainda não foi duplicado e é um dos mais perigosos da rodovia). É o Restaurante do Japonês, ótima comida e ambiente refrescante, Tem até um lago artificial com belíssimas carpas coloridas, para quem estava enfrentando trânsito pesado e sol de lascar, é um oásis.



Assim que você começa a descer a serra, nesta época do ano é brindado com um cenário deslumbrante, toda a MATA ATLÂNTICA se veste de lilás e branco, são os manacás da serra que florescem em toda sua glória. De São Paulo a Santa Catarina é um espetáculo de tirar o fôlego.










Apesar do trânsito pesado as estradas estão um pouco melhores este ano, principalmente nos trechos onde já é cobrado o pedágio, entretanto a falta de cuidado dos motoristas, a imprudência, o excesso de velocidade transformaram esta viagem em uma aventura muito perigosa. Principalmente na volta com chuva pesada, parar em um acostamento seguro com o pisca alerta ligado foi a única solução. Com a pista inundada por um fino lençol de água passamos minutos de verdadeiro terror ante a imprudência da maioria dos motoristas que nos ultrapassaram. O resultado de tanta falta de amor a vida pudemos comprovar alguns Kms a frente com os graves acidentes que encontramos. Não se observa respeito nem as mais elementares noções de direção defensiva. Outro mêdo que passamos foi com relação aos deslizamentos, são vários os pontos perigosos, pontos como a ponte na divisa entre Paraná e São Paulo que desmoronou alguns dias depois que passamos por lá.






Mas, devo confessar, se precisar fazer a mesma viagem amanhã, vou sem pensar duas vezes. Amo as estradas, meu marido costuma dizer que temos gasolina nas veias. É um estilo de vida e eu gosto dele. Olha só os tesouros que se encontra a beira do caminho...

Lindo artesanato




Paisagens de tirar o fôlego



sábado, 9 de janeiro de 2010

Thriller Fashion Week


Sou avessa a canais femininos ou mesmo de variedades (que de variedades exibem bem pouco). Conteúdos repetitivos e inexpressivos. Entretanto, quando se está no muda-muda de canal vez ou outra acaba-se por cair num desses GNTs da vida. Foi justo no momento em que as modelos do último RIO FASHION WEEK entravam na passarela que me aconteceu uma destas, fiquei muito preocupada. O que vi foi um desfile apavorante de esqueletos "vivos", sem viço, sem graça, sem vida. Corpos esqueléticos, rostos cadavéricos. Infelizmente me vieram a lembrança nomes como Auschwitz-Birkenau / Jasenovac / Somália.


Nesta virada de ano assuntos não faltam, a pauta está cheia. Assuntos não faltam mesmo, mas a falta de cuidado com nossa juventude já tão vilipendiada me machucou a alma. O que os grandes da comunicação estão pensando que não fazem nada? Transformar em glamour uma aparência doentia é no mínimo anti-ético, imoral. Não sei muito a cerca de dados e estatísticas, mesmo por que o que se encontra são levantamentos e estudos de 2007, quando 4 jovens morreram em decorrência de quadros agudos de anorexia. De lá para cá o assunto morreu. Morreu aqui no Brasil, pois pelo que vejo as autoridades britânicas já deram o grito. E quanto a nós brasileiros? Vamos ficar calados?



18/09/2009 - 18h14Fonte: Reuters
Psiquiatras pedem ação contra sites que incentivam anorexia

O relatório solicita que o governo combata a proliferação de sites a favor de distúrbios alimentares como parte de amplos esforços para proteger crianças na Internet por meio do conselho britânico para Segurança da Criança ...

Enquanto o início do London Fashion Week reascende o debate sobre modelos ultramagras, psiquiatras pediram ao governo britânico que tome atitude sobre o crescente número de sites que defendem a anorexia.

Encorajados por sites de rede social, como o Facebook e o "thinspiration", um crescente número de britânicos está buscando na internet dicas sobre como morrer de fome ou ocultar extrema perda de peso, informou o Royal College of Psychiatrists.

"[Estes] sites normalizam a doença", disse o professor Ulrike Schmidt, membro do colegiado da seção de distúrbios alimentares.

"Da mesma maneira, as passarelas de eventos de moda internacionais como o London Fashion Week podem atuar como uma vitrine de mulheres com baixo peso."

Organizadores da Fashion Week se recusaram a suspender o uso de modelos descuidadas nas passarelas.

Mais de 1,6 milhão de pessoas na Grã-Bretanha sofrem de distúrbios alimentares, sendo quase 90% adolescentes do sexo feminino.

O relatório solicita que o governo combata a proliferação de sites a favor de distúrbios alimentares como parte de amplos esforços para proteger crianças na Internet por meio do conselho britânico para Segurança da Criança na Internet (UKCCIS, na sigla em inglês).

Psiquiatras dizem que uma em cada 10 crianças busca sites deste tipo repetidamente, inspirando-se em celebridades como Lindsay Lohan e Paris Hilton. Alguns sites utilizam fotografias de modelos excessivamente magras e fóruns de mensagens para encorajar severa perda de peso.

Beat, uma instituição de caridade para pessoas com distúrbios alimentares, informou que medidas para tornar tais sites ilegais não resolverão a raiz do problema.

"Conduzir as pessoas para fora destes sites, em direção a páginas pró-recuperação, é o que desejaríamos ver", afirmou a porta-voz da instituição, Mary George.

Beat informou que já está trabalhando com a provedora de serviços na internet AOL para filtrar as buscas.

"Se alguém coloca em uma busca sites pró-anorexia, nosso site aparece primeiro", explicou ela.

O UKCCIS informou que está trabalhando duro para garantir que jovens vulneráveis sejam conduzidos para endereços onde poderão encontrar ajuda ao acessar tais sites.

FARAH MASTER (VOTE BRASIL)
Related Posts with Thumbnails