segunda-feira, 9 de março de 2009

Plantar & Cultivar Protesta

Vai parecer que legislo em causa própria ( e é isso mesmo). As magrinhas vão me perdoar hoje, mas o assunto é entre as gordinhas (ratifico, pessoas especiais com excesso de fofagem). Sei que um corpinho com tudo no lugar é muito bonito, mas faça uma pesquisa nas ruas e confirme, os fofinhos são mais de 11% da população adulta no Brasil. São dados alarmantes, eu sei, é preciso um combate eficaz contra a obesidade, concordo, só não concordo com o mercado e a indústria que destina pouquíssimo espaço para uma população tão expressiva. É a ditadura da magreza. Basta dar uma voltinha pelas vitrines nas ruas e nos shopings, o manequim mais anunciado é o 38. E não só nas roupas, mas também nos calçados, os modelos são inadequados ao nosso porte físico. Não existe uma loja para fofinhos que não seja o olho da cara. Resolvi que vou começar a levar minhas roupas para uma costureira e já pesquei uns modelitos prá lá de charmosos na internet, afinal, não é por que somos gordinhas que não podemos ser elegantes. Confiram e vejam se não são uma gracinha...







Imagens: miglon.com.br/catálogo coleção V/ primavera verão/2008

3 comentários:

Marlene disse...

Eheheheheh AMEI concordo em gênero, número e grau! E depois até o Rei Roberto carlos já reconheceu..."Coisa bonita, coisa gostosa. Vc é linda é do jeito que eu gosto é maravilhosa!" ehehehe Tá aí nossos maridões que concordam muito com ele! As gordinhas são lindas e alegres e assim também tem que ser nossas roupas. Eu já pensei até em fazer curso de corte e costura ehehehe
Beijos

Anakoelho disse...

M.to lindos,esses 2 últimos então amei!
Parabéns!

Ana

Alcione Sousa disse...

Oi Marcia
Muita paz
Menina você acertou em cheio nas nossas dificuldades.
Lojas para gordinhas existem,mas convenhamos os GGs estão muito magrinhos para os nossos corpinhos ,concorda?
Isso chega a ser crueldade Rs Rs Rs
Seus modelos são lindos
Parabéns
Alcione

Related Posts with Thumbnails