quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Desafio literário


(desenho do Ziraldo)


Tânia do Zakuskas me passou um desafio e por falta de tempo enrolei um pouco, mas aqui vai. Preciso falar de 3 livros que gosto. Não é fácil escolher apenas 3 , minhas preferências são meio ecléticas.
Gosto muito de crônicas, Mario Prata e Clarice Lispector são os meus preferidos. Mas as aventuras são os que mais me fascinam. 
A máquina do tempo - H.G.Wells, todas as aventuras de Julio Verne, a ficção científica em muitos casos, hoje em dia deixou  de ser apenas ficção. Aventuras de Alexandre Dumas. Outro escritor que me fascina é Machado de Assis e de Machado o que mais gosto é Memórias Póstumas de Brás Cubas.



"Óbito do autor
Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo princípio ou
pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o meu nascimento ou a
minha morte. Suposto o uso vulgar seja começar pelo nascimento,
duas considerações me levaram a adotar diferente método: a
primeira é que eu não sou propriamente um autor defunto, mas um
defunto autor, para quem a campa foi outro berço; a segunda é que
o escrito ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que também
contou a sua morte, não a pôs no intróito, mas no cabo: diferença
radical entre este livro e o Pentateuco." (Primeiro capítulo)

Uma viagem incrível por uma época de amores proibidos, frivolidades e falsidades...Machado é um mestre na arte de desvendar a alma humana.

Outro livro que gosto muito são as Crônicas de Nárnia de C.S.Lewis.



"A última batalha (livro VII)

E, à medida que Ele falava, já não lhes parecia mais um leão. E as coisas que começaram a acontecer a partir daquele momento eram tão lindas e grandiosas que não consigo descrevê-las. Para nós, este é o fim de todas as histórias, e podemos dizer, com absoluta certeza, que todos viveram felizes para sempre. Para eles, porém, este foi apenas o começo da verdadeira história. Toda a vida deles neste mundo e todas as suas aventuras em Nárnia haviam sido apenas a capa e a primeira página do livro. Agora, finalmente, estavam começando o Capítulo Um da Grande História que ninguém na terra jamais leu: a história que continua eternamente e na qual cada capítulo é muito melhor do que o anterior."

Além da aventura, o que me prende a história é a alegoria de uma vida após a morte. Nárnia nada mais é do que um paraíso perfeito e Aslam a personificação do bem.

Mas a história que marcou minha adolescência é a trilogia O Tempo e o Vento



"Um certo Capitão Rodrigo

Antes de começar o ataque ao casarão, Rodrigo foi à casa do
vigário.
- Padre! - gritou, sem apear. Esperou um instante. Depois:
- Padre! A porta da meiágua abriu-se e o vigário apareceu.
- Capitão! - exclamou ele, aproximando-se do amigo e erguendo
a mão, que Rodrigo apertou com força.
Foi só pra saber se vosmecê estava aqui ou lá dentro do casarão.
Eu não queria lastimar o amigo...
Muito obrigado, Rodrigo, muito obrigado. - O Padre Lara sacudiu
a cabeça, desalentado. - Vosmecê vai perder muita gente, capitão. Os
Amarias são cabeçudos e têm muita munição.
- Eu também sou cabeçudo e tenho muita munição.
Por que não espera o amanhecer?
Rodrigo deu de ombros.
- Pra não deixar a coisa esfriar.
- Olhe aqui. Vou lhe dar uma idéia. Antes de começar o assalto,
porque vosmecê não me deixa ir ao casarão ver se o Cel. Amaral consente
em se render pra evitar uma carnificina?
- Não, padre. Não faças aos outros aquilo que não queres que te
façam a ti. Não é assim que diz nas Escrituras? Se alguém me convidasse
pra eu me render eu ficava ofendido. Um homem não se entrega."
- Mas não há nenhum desdouro. Isto é uma guerra entre irmãos.
- São as mais brabas, padre, são as mias brabas.
De cima do cavalo Rodrigo ouvia a respiração chiante e dificultosa
do sacerdote. Lembrou-se das muitas conversas que tiveram noutros
tempos.
- Vosmecê é um homem impossível... - disse o padre, desolado.
- Acho que esta noite vou dormir na cama do velho Ricardo.
- Sorriu. - Mas sem a mulher dele, naturalmente... E amanhã de manhã
quero mandar um próprio levar ao chefe a notícia de que Santa Fé é
nossa. A Província toda está nas nossas mãos. Desta vez os legalistas
se borraram! Até logo, padre.
Apertaram-se as mãos.
- Tome cuidado, capitão. Vosmecê se arrisca demais.
- Ainda não fabricaram a bala que há de me matar! - gritou
Rodrigo, dando de rédea.
- A gente nunca sabe - retrucou o padre.
- E é melhor que não saiba, não é?
- Deus guie vosmecê!
- Amém! - replicou Rodrigo, por puro hábito, pois aprendera a
responder assim desde menino.
O padre viu o capitão dirigir-se para o ponto onde um grupo de
seus soldados o esperava. A noite estava calma. Galos de quando em
quando cantavam nos terreiros. Os galos não sabem de nada - refletiu
o padre. Sempre achara triste e agourento o canto dos galos. Era
qualquer coisa que o lembrava da morte. Voltou para casa, fechou a
porta, deitou-se na cama com o breviário na mão, mas não pôde orar.
Ficou de ouvido atento, tomado duma curiosa espécie de medo. Não era
medo de ser atingido por uma bala perdida. Não era medo de morrer. Não
era nem medo de sofrer na carne algum ferimento. Era medo do que estava
para vir, medo de ver os outros sofrerem. No fim de contas - se
esmiuçasse bem - o que ele tinha mesmo era medo de viver, não de
morrer."

Os personagens que povoam esta saga são a própria alma do povo rio-grandense. E Ana -Terra, Pedro, Capitão Rodrigo, Bibiana, Licurgo e tantos outros são um retrato fiel deste povo.

Como disse, meu gosto literário é bem abrangente e além das aventuras, contos de fadas, ficção científica, gosto muito de história geral, principalmente civilizações antigas e pré-históricas. Por outro lado, os livros espíritas são algo a parte que estão na minha cabeceira e fazem parte do meu dia a dia.

Agora passo o desafio para 5 amigos blogueiros.

Nancy do http://wwwestrelaguiacom.blogspot.com/

Vanessa do http://culinariacomgosto.blogspot.com/

Lene do http://marlene-maisdemim.blogspot.com/

Edna Costa do http://pausapraprosa.blogspot.com/

Solange do http://solvitoriosa.blogspot.com/

Bem meninas,está lançado o desafio...beijocas a todas....

4 comentários:

Felipe disse...

Márcia
Estive visitando seu blog.
Achei muito bom.
Grato pela sua vista ao meu - Um Pouco de Tudo -. Apareça Sempre.
Eu vou estar por aqui sempre pois agora sou seu seguidor.
Abraços
Felipe

NANCY FRANCO disse...

Cada vez mais filosofa, mais sabia....Abelhinha voce esta demais...Beijos

NANCY FRANCO disse...

Amiga, eu vi sim o desafio. Aceito. So nao vou lhe dizer quando vou editar, mas prometo que comecarei a pensar e fazer o rascunho da edicao. Depois edito e lhe falo. E um desafio ,muito interessante. Eu ja li muitos kilometros de livros, neste meu meio seculo de existencia. Nao vou lembrar de todos, pois sao muitos. Mas farei o possivel para sintetizar alguns valores, apreendidos, por mim, em alguns deles.
Beijos e fique com Deus.

Marlene disse...

Marcia gostei do desafio! Vou preparar com carinho meus três livros não digo favoritos; pois muitos são favoritos pra mim, mas três livros que no momento estão me tocando bastante. Me aguarde! Beijos

Related Posts with Thumbnails