terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Diabetes


Uma amiga muito querida está com diabetes. Por este motivo, abro aqui um espaço para falar sobre este mal que atinge uma grande parcela da população.

Noções básicas

O diabetes é uma enfermidade que provoca o aumento da quantidade de açúcar (glicose) no sangue por falta absoluta ou relativa de insulina.

Aumento da quantidade de glicose no sangue

Transformamos grande parte dos alimentos que ingerimos em glicose. Essa glicose é transportada no sangue até as células, onde será usada como fonte de energia. Para facilitar esse transporte, nosso corpo produz uma substância chamada insulina. Quando se tem diabetes, o corpo não produz insulina ou não produz o suficiente, ou ainda a insulina produzida não funciona adequadamente. Daí o aumento da quantidade de glicose no sangue.

Alto nível de glicose no sangue: sintomas e conseqüências

Sem a insulina ou com o funcionamento inadequado dela, a glicose vai-se acumulando no sangue e é eliminada na urina. Os sintomas do diabetes são cansaço, perda de peso, sede, necessidade freqüente de urinar e visão turva. Com o tempo, podem surgir sérios problemas nos olhos - levando até à cegueira -, nos nervos, no coração, nos pés, nas artérias e nas veias.

Os tipos de diabetes:

Diabetes do Tipo I (diabetes mellitus insulinodependente):
A falta de insulina ou sua produção insuficiente pelo corpo obriga a pessoa a aplicar insulina. Ocorre com mais freqüência em jovens.

Diabetes do Tipo II (não insulinodependente):
É o caso de pessoas que produzem insulina, que não funciona de forma adequada. Atinge mais os adultos, pessoas com antecedentes familiares de diabetes ou com excesso de peso. Alimentação adequada, exercícios físicos, controle de peso e, em alguns casos, medicamentos, sejam comprimidos ou insulina, ajudam no controle desse tipo de diabetes.



Testes para se detectar glicose no sangue

Os testes mais comuns são:
colocar uma gota de sangue em um medidor especial;

teste da urina, usando uma fita especial que, em contato com a urina, acusa a presença de glicose ou cetonas. A presença de cetonas na urina pode significar que o nível de glicose no sangue está descontrolado;

exame de sangue chamado HbA1C, que mostra o nível médio de controle da glicose sangüínea (glicemia) nos últimos 2 ou 3 meses. É um exame importante para o controle durante o tratamento do diabetes.

De qualquer forma, a indicação sobre o teste mais apropriado deve ser feita pelo médico.


Baixo nível de glicose no sangue - Hipoglicemia

A insulina ou comprimidos, ao mesmo tempo em que ajudam a controlar o diabetes, podem baixar o nível de glicose no sangue, especialmente durante ou depois da prática de exercícios físicos. (Outros fatores que podem levar a esse quadro são a alimentação insuficiente ou o uso de medicamentos em excesso).


Sintomas de baixo nível de glicose no sangue

Os sintomas são tremor, tontura, irritabilidade, sudorese e cansaço. Na presença de alguns desses sintomas deve-se comer ou beber imediatamente algum alimento doce. Importante: procurar sempre a melhor orientação com o médico, sobre como evitar tais situações devido à hipoglicemia.

Fontes:

Texto: http://www.diabetesnoscuidamos.com.br

Ilustrações: http://blog.cancaonova.com/minhafamilia/2008/07/23/diabetes/
http://www.pgr.mpf.gov.br/pgr/saude/doencas/diabetes.htm

2 comentários:

Marlene disse...

Amiga querida...Só vc mesmo! Marcia eu não sabia a diferença entre um tipo e outro de diabetes! Vc é muito especial! TE AMO AMIGA!
Beijos e fique com Deus!

Sol Galvão disse...

Marcia, em primeiríssimo lugar gostaria de parabeniza-la pela matéria. Educativa, elucidativa e magnifica, principalmente em se tratando na ajuda de nossa querida Lele. Voce está de parabêns amiga. Pudessem, todas as pessoas, ter amiga como voce. E por último qye te agradecer os comentário maravilhosos que tem feito às minhas receitas.Um beijo enorme nesse seu coração imenso e que Deus te abençõe e te conserve assim sempre.

Related Posts with Thumbnails