quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Diabetes e uma dieta sadia


Quando o assunto é diabetes, uma dieta sadia começa bem antes de se sentar à mesa. É o que se chama Planejamento Alimentar: escolher alimentos adequados, controlar o peso e equilibrar a quantidade do que se come com as calorias que se gastam.

Escolha dos alimentos

Pães, vegetais, frutas e doces afetam o nível de glicose no sangue de várias formas. Como escolher e o que comer? Primeiro: a orientação de um nutricionista é fundamental para fazer a escolha certa. Segundo: ter disciplina e seguir à risca o que for indicado. E algumas dicas que você já pode seguir sobre os tipos de alimentos a consumir e a evitar, a utilização de temperos e sal, a importância de se ler as informações das embalagens de produtos.



Comer fora de casa

De que adianta você tomar todos esses cuidados em casa se, ao sair, corre o risco de perder o controle do nível de glicose no sangue? Existem algumas formas de você planejar essas saídas.

Saber com antecedência o que vai ser servido e levar algo de acordo com o plano alimentar pode ser uma saída. Em restaurantes, o ideal é pedir alimentos assados ou grelhados, acompanhados de salada e com molho à parte.

Bebidas Alcoólicas

Para quem usa insulina ou comprimidos, bebida alcoólica pode representar perigo para o nível de glicose no sangue. Mas isso não significa que não se pode beber. Não é aconselhável, porém, tomar mais de duas doses por dia, considerando-se que uma dose-referência para o diabético equivale a um cálice de vinho, uma lata de cerveja ou meia dose de destilado. É imprescindível, também, fazer o teste do nível de glicose no sangue depois de beber.

Outras dicas: beber lentamente e como acompanhamento da comida, dar preferência à cerveja light ou sem álcool e combinar a bebida alcoólica com água mineral ou refrigerantes dietéticos.



Dicas para uma dieta sadia

Controle a quantidade de alimentos a ser ingerida.

Utilize alimentos ricos em fibra, tais como frutas e vegetais frescos; pão e cereais integrais; feijão e legumes; arroz integral, cevada e aveia. Todos evitam que o nível de glicose suba muito rapidamente depois de sua ingestão.

Elimine manteiga, margarina, óleo, molhos de saladas e creme na comida ou durante o preparo da refeição.

Evite carne com gordura, leite integral, queijo e frituras. Retire a pele da galinha, separe a gordura da carne antes de cozinhar ou comer. Tome leite semi-desnatado ou desnatado.

Tome cuidado com o que pedir em restaurantes e lanchonetes. As comidas do gênero "fast food" geralmente têm muita gordura.

A pressão arterial alta é comum em pessoas com diabetes. Por isso, não utilize sal nos alimentos, mesmo no seu preparo. Use temperos sem sal, como alho em pó, cebola, pimenta e ervas.

Evite alimentos como carnes defumadas, pepinos curtidos, batatas fritas, salames. Eles contém muito sal.

Leia os rótulos das embalagens. Elas costumam trazer o valor nutritivo e as calorias dos alimentos, entre outras importantes informações.

Anote o que se come. Isso ajuda ao controlar a quantidade e a qualidade dos alimentos, além de saber qual deles pode estar afetando o seu nível de glicose no sangue.

Fontes
Texto:http://www.diabetesnoscuidamos.com.br
Imagens: Acervo do Plantar & Cultivar

2 comentários:

NANCY FRANCO disse...

Que maravilha de reportagem e receitas. Abelhinha, pode continuar trabalhando em sua pesquisa...está excelente! Beijos

Marlene disse...

Não consigo falar, pois , estou emocionada amiga; mas vou falar viu! TE AMOOOOOOOOOOOOO!
Um beijo grande pra vc minha querida amiga e obrigada por todo esse carinho e pela sua amizade viu!

Related Posts with Thumbnails