terça-feira, 27 de outubro de 2009

MANJERICÃO DIRETO DA HORTA - TEMPERO, REMÉDIO OU FLOR?

O manjericão nunca fica doente e floresce até morrer,
explicou Pete enquanto observávamos esta erva
que alimenta e cura nosso físico e emocional.(...)
(Bel Cesar)

O senhor manjericão está lindo e viçoso. Tão lindo e viçoso que não resisti, colhi um enorme buquêt e perfumei minha cozinha. Enfeitado com alguns monsenhores ficou um arranjo lindo. E toda vez que toco nele, mesmo sem querer, ele exala um aroma delicioso.

O manjericão requer poucos cuidados e pode ser cultivado através de sementes, mudas ou estaquias. Notei que ele é bem resistente a pragas. A rega precisa ser diária, no mínimo a cada dois dias.
Segundo Bel Cesar do site SOMOS TODOS UM , O manjericão, cujo nome científico é Ocimum Basilicum, é uma planta herbácea de ciclo perene que alcança até 60 cm de altura. Seu caule é quadrangular, ereto e pubescente, finamente estriado. Suas flores são hermafroditas, agrupadas em inflorescências do tipo espiga, que se reúnem num fascículo circular em número de seis, pequenas, aromáticas e esbranquiçadas. Seu fruto é do tipo aquênio (como uma pequena noz), com sementes de coloração preto-azulada. Seu aroma é doce e pungente e seu sabor é balsâmico e levemente amargo. Suas folhas são ricas em vitamina A e C, além de terem vitaminas B (1, 2 e 3) e serem uma fonte de minerais (cálcio, fósforo e ferro); são sudoríferas e diuréticas.

Os componentes químicos do Manjericão são: fenilpropano, metilcavicol e linalol. Por isso suas propriedades medicinais são: antidepressiva, anti-séptica, anti-espamódica, expectorante, digestiva e tônica, pois atua no sistema nervoso central.

Na medicina popular, o chá das folhas do manjericão é utilizado para aliviar as dores de garganta (gargarejo); em bochechos, ajuda a cicatrizar aftas. Este chá atua ainda contra tosses, gripes, resfriados e crises de bronquite e é excelente para combater a insônia. Do óleo canforado obtém-se uma tintura que pode ser aplicada numa compressa sobre ferimentos de difícil cicatrização, ou em massagens sobre as têmporas, para aliviar as dores de cabeça, pois é sedativo suave.


O manjericão ajuda a combater gastrites e tem ação sobre o aparelho urinário, reduzindo o ardor ao urinar e estimulando os rins. É ótimo para cistite. Auxilia na boa circulação, pele e dores reumáticas. Afasta a fadiga. Para os convalescentes, um suco de manjericão é o máximo: simplesmente bata algumas folhas de manjericão no liqüidificador com água. É muito saboroso. Na culinária, coloque-o sempre por último nos alimentos cozidos para que ele não perca os seus princípios ativos.

O escalda-pés de Manjericão é ótimo para quem está agressivo, com raiva e prestes a explodir. Tira a raiva na hora. Em nossa atividade grupal, fizemos o escalda-pés com o chá de manjericão: todos se sentiram mais leves e aliviados da sobrecarga que traziam consigo.

É interessante, pois como Essência Floral do sistema de Florais de Minas, o Basilicum, cuja essência eqüivale ao Elm do sistema dos Florais de Bach, é indicado para aqueles que, sobrecarregados pelas responsabilidades ou pelo estresse, sentem-se temporariamente sem forças e esgotados. Atua sobre as dores de origem nervosa, dificuldades sexuais e psicopatologias, sempre que estejam relacionadas à sensação momentânea de incapacidade ou inadequação.


Em todas as situações em que a personalidade tem dificuldade de expressar as próprias idéias, em que há confusão mental, Basilicum será um clareador e um ordenador dos pensamentos. A essência desperta na mente pensamentos positivos de adequação e de harmonia. É ótima para os desorganizados e indisciplinados. Ajuda-nos a ver o brilho e o perfume da vida.

Quem precisa de Manjericão pode estar necessitando de sua energia determinante para ajudá-lo a recuperar o desejo de mostrar o próprio valor. Por isso, é indicado para as pessoas que sentem falta de autoconfiança e sofrem de um sentimento permanente de não serem boas o suficiente, pois têm inexplicáveis sentimentos de culpa. Em geral, essas pessoas buscam o reconhecimento, mas, ao mesmo tempo, são incapazes de “suportar o peso” do sucesso e do aplauso e por isso, acabam sempre pondo à prova o próprio medo de fracassar.

Fotos: PLANTAR & CULTIVAR
Texto: BEL CESAR DO Site SOMOS TODOS UM

Um comentário:

Gratissima disse...

Oi Marcia... quanto tempo, né?
Menina, eu gosto muuuuuuito de manjericão... e coloco no macarrão, na salada, esses dias até em cima do arroz quentinho...
Tãããão cheiroso... tão saboroso... hummmm...
bjo e bom fim de semana,
Ro Gratao

Related Posts with Thumbnails